ten thousand birds book

Livro: Ten Thousand Birds

De uns tempos para cá tenho me interessado cada vez mais pela história da ciência. As teorias modernas parecem ganhar mais significado quando entendemos o momento histórico em que foram concebidas e quem eram as pessoas por trás de cada descoberta. Há muitos livros que contam a história da Ornitologia, desde os primórdios da humanidade até os dias de hoje. Cito, por exemplo, o livro da Valérie Chansigaud. Mas eu andava à procura de algo mais focado na história recente, afinal demos um gigantesco salto no conhecimento durante o último século. Encontrei o que procurava no livro Ten Thousand Birds – Ornithology since Darwin.

Bastante atual (foi publicado em 2014) o livro Ten Thousand Birds retrata os principais acontecimentos da Ornitologia desde Darwin. Antes uma disciplina quase que exclusivamente descritiva, realizada dentro do conforto dos museus, a Ornitologia ganhou novas abordagens sob a ótica da teoria da seleção natural. Os ornitólogos passaram a reconhecer a importância do estudo das aves em campo, vivas. Avanços tecnológicos também tiveram grandes impactos no design dos experimentos. Se antigamente as hipóteses eram mais simples, em parte é porque haviam menos dados à disposição dos pesquisadores. Com o enorme volume de dados disponível hoje, surge um quadro cada vez mais complexo.

Mais do que teorias e conceitos, Ten Thousand Birds tem como foco as pessoas responsáveis por tudo isso. O livro descreve em detalhes a vida e a obra (assim como muitas curiosidades) de personalidades como Erwin Stresemann, Ernst Mayr, Julian Huxley, David Lack, Niko Tinbergen e Robert MacArhur, entre tantos outros. O livro também revela muitos pesquisadores desconhecidos, cujas descobertas passaram despercebidas por décadas (muitas vezes publicadas em idiomas pouco falados ou em periódicos de difícil acesso) e que mereciam maior crédito.

Gostaria muito de ter lido um livro como esse quando ingressei na vida acadêmica. Conhecer a vida dos pesquisadores por trás das teorias que estudamos na faculdade nos faz lembrar que eles eram pessoas reais, com vida própria e problemas pessoais, assim como todos nós. Como outras áreas da ciência, a Ornitologia avançou por caminhos por vezes tortuosos, graças a enorme disposição de alguns indivíduos frente às adversidades: guerras, falta de financiamento, intrigas com outros pesquisadores, problemas de saúde… Também não podia faltar uma pitada de casualidade. Às vezes ajuda ser a pessoa certa no lugar certo, na hora certa.

O livro é bastante extenso, são mais de 500 páginas. Infelizmente não há tradução para o português. A divisão em capítulos facilita a leitura, com temas razoavelmente independentes. Você pode ler apenas sobre sua área de interesse, como Paleontologia ou Comportamento Animal. Sugiro muito a leitura, principalmente para estudantes de Biologia que pretendem se aventurar no meio acadêmico. São histórias inspiradoras, tanto de erros como de acertos.

 


Sobre o livro:

Ten Thousand Birds: Ornithology since Darwin

Ten Thousand Birds: Ornithology since Darwin
Autores: BIRKHEAD, Tim; WIMPENNY, Jo; MONTGOMERIE, Bob
Editora: Princeton University Press
Ano: 2014