#CPBR7

Uma bióloga na Campus Party

A Campus Party Brasil é um grande evento de tecnologia e inovação, realizado anualmente em São Paulo. Ao longo de uma semana, 8 mil campuseiros se reúnem para trocar experiências sobre mídias digitais, robótica, redes sociais, produção de conteúdo, games e empreendedorismo. São mais de 10 palcos com palestras simultâneas, fora toda a programação extra oficial que rola até de madrugada.

Esta é a segunda vez que participo da Campus Party. Meu foco este ano é aprender mais sobre WordPress e produção de conteúdo digital. WordPress é a plataforma que utilizei para montar a nova versão deste blog, no ano passado, e com a qual tenho construído sites para outros projetos. O pessoal daqui é craque e está me ajudando muito! Aliás, a Campus Party é o lugar ideal para se conhecer pessoas e coisas novas. As palestras mais interessantes até agora foram aquelas que descobri por acaso, andando por aqui. Como o projeto Escola com Celular da Fundação Vanzolini, que está trabalhando o tema “sustentabilidade” com alunos da rede pública em São Vicente e Caraguatatuba. Uma iniciativa muito bacana!

Palestra Campus Party 2014

Uma palestra sobre como fazer palestras, com o animadíssimo Gustavo Guanabara.

Hoje, especialmente, foi um dia cheio de surpresas. Lembram-se do software anatomia das aves em 3D, projeto em que estou trabalhando junto à Biosphera? Pois então, a empresa foi matéria da Pequenas Empresas & Grandes Negócios, em uma série especial sobre start-ups presentes aqui na Campus Party! Além disso, acabo de descobrir que os softwares de ensino de anatomia da Biosphera também foram comentados na última edição impressa da revista Galileu!

campus party 2014

Working!

Estou aqui desde segunda-feira, e o evento ainda vai longe, só acaba no sábado a noite. O ritmo é frenético e confesso que estou super cansada. O ambiente é fechado e faz muuuuito calor. Já perdi a noção do tempo e nem sei que horas são. Para alguém como eu, que gosta do mato e do silencio, é um verdadeiro desafio. Às vezes começo a ficar irritada e nem sei porquê. É nessas horas que vou lá pra fora, andar um pouco e fugir do barulho. E é claro, passarinhar um pouquinho!

Anhembi São Paulo

Logo ao lado do pavilhão de eventos há um laguinho artificial que tem funcionado como um verdadeiro refúgio, tanto para mim como para as aves. Estou sem minha câmera, só com o celular. Mas por força do hábito já listei mais de 15 espécies de aves por lá. Nada mal para um lugar tão pequeno e totalmente incrustado na megalópole. Se algum colega campuseiro tiver curiosidade, pode ir até lá e checar! Aproveite e me chame!

As espécies são:

Ananai

Casal de pé-vermelho, também conhecido popularmente como ananaí (Amazonetta brasiliensis). O macho tem o bico vermelho, enquanto na fêmea ele é preto.