pombo passageiro

Aves extintas: Pombo-passageiro (Ectopistes migratorius)

Essas aves eram tão numerosas que diziam que durante seus vôos migratórios escureciam o céu por horas e faziam um barulho semelhante a um trovão distante.
Elas foram abatidas em grande número, tanto para alimentação quanto como esporte. O último pombo-passageiro morreu no Zoológico de Cincinnati em 1914.

Nota do Museu de História Natural de Londres sobre o pombo-passageiro; tradução livre

Dentre tantas espécies extintas pela ação do homem, o caso do pombo-passageiro constitui um dos mais assustadores e enigmáticos. Com uma população original estimada em cerca de 3 bilhões de indivíduos, esta foi uma das aves mais abundantes do planeta. Nômades, viviam em bandos imensos que estavam sempre se deslocando em busca de alimento. Não se sabe muito sobre sua ecologia, mas acredita-se que o pombo-passageiro tinha hábitos semelhantes aos das pombas-de-bando (Zenaida auriculata).

O pombo-passageiro, também chamado de pomba-migratória, era encontrado na América do Norte. Justamente por ser tão abundante, ninguém se preocupou em limitar sua caça. Entre 1870 e 1900, um intervalo de apenas 30 anos, o pombo-passageiro desapareceu. As causas de sua rápida extinção nunca foram bem esclarecidas. Além da caça, outro agravante pode ser sido a derrubada de carvalhos e outras árvores de madeira de lei, cujos frutos constituíam importante fonte de alimento para estas aves. Há também pesquisadores que acreditam que o pombo-passageiro simplesmente não conseguiu sobreviver em bandos menores, pois isso era algo “incompatível com a ecologia social da espécie”.

Nome em inglês: Passenger Pigeon

Família: Columbidae

Tamanho: aproximadamente 30 cm (?)

Dimorfismo sexual: sim, veja a ilustração abaixo

pombo passageiro macho e fêmea

Prancha de Louis Agassiz Fuertes (1874-1927) mostrando um pombo-passageiro juvenil (esquerda), um macho (centro) e uma fêmea (direita).

Alimentação: frutas e sementes

Habitat: florestas

barra-horizontal

Referências

IUCN (2013) IUCN Red List of Threatened Species. Version 2013.1. Downloaded on 13 November 2013.

Bucher, E. H. (1992) The causes of extinction of the Passenger Pigeon. Current Ornithology 9: 1-36.

Quammen, D. (1996) O canto do dodô. Companhia das Letras, 789p.