morte de animais silvestres nas estradas

Urubu Mobile: o aplicativo para celular que ajuda a evitar mortes de animais nas estradas

O Brasil é recortado por uma malha rodoviária de aproximadamente 1,7 milhões de quilômetros. Estradas são importantes para o desenvolvimento do país, uma vez que permitem que pessoas, produtos e alimentos sejam transportados de um lado para o outro. Ao mesmo tempo, elas atravessam áreas verdes, criando vários fragmentos. Além dos problemas ambientais causados pela fragmentação em si (como o chamado efeito de borda), as estradas também impedem ou dificultam o trânsito dos animais entre os fragmentos. Resultado: mais de 400 milhões de animais silvestres morrem atropelados no Brasil a cada ano.

aplicativo celular urubu mobile

Encontrar soluções é tarefa difícil e exige muito estudo. Com uma malha rodoviária tão extensa, é praticamente impossível para os pesquisadores saberem tudo o que está acontecendo nas estradas de todo o país. Mas a equipe do CBEE – Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas – teve uma ideia genial. Eles criaram o Urubu Mobile, um aplicativo para celular que permite que qualquer pessoa possa ajudar a monitorar os atropelamentos de animais silvestres.

Lançado em Abril deste ano, o Urubu (o nome é muito sugestivo, não?) já teve mais de 1000 downloads em seu primeiro mês de vida. Os únicos requisitos para que ele possa funcionar são câmera fotográfica e sistema GPS, coisa que a maioria dos modelos de celulares atuais tem. Por enquanto o aplicativo só está disponível para Android, mas no futuro serão desenvolvidas outras versões.

Instalei o Urubu no meu celular logo que foi lançado. É bem fácil de usar. Na semana passada, infelizmente, inaugurei o aplicativo. Estava a caminho do Avistar quando encontrei essa saracura, jogada na calçada bem perto de casa. Pois é, animais silvestres também são atropelados dentro das cidades, não só nas rodovias.

saracura sanã

Saracura-sanã (Pardirallus nigricans) atropelada na área urbana.

Tirei várias fotos e deixei para enviar depois, pois ali não tinha sinal de wi-fi. No dia seguinte escolhi duas fotos e fiz o upload. Simples assim, não demorou quase nada. Mas não cometam o mesmo erro: é para enviar uma foto só! Depois li com calma o manual e percebi o equívoco…