Diário de Oaxaca - livro de Oliver Sacks

Livro: Diário de Oaxaca

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone

 

Diário de Oaxaca é o relato de uma viagem que Oliver Sacks fez ao México no começo do ano 2000. Os livros do famoso neurologista sempre me fascinaram, mas só recentemente descobri que, além de desvendar os mistérios do cérebro humano, Sacks também escreveu sobre outros assuntos. No livro Tio Tungstênio, por exemplo, ele conta em detalhes como a curiosidade pela Química moldou sua infância e adolescência. Já em Diário de Oaxaca ele revela uma paixonite pela Botânica.

Mas o que há de tão interessante em Oaxaca? Samambaias, muitas samambaias! Sacks participou de uma expedição organizada pela American Fern Society com o objetivo de explorar a incrível diversidade de samambaias e outras pteridófitas que ocorrem naquela região do México. Mas o legal é que Sacks comenta a experiência como um todo, retratando aspectos históricos e culturais do país e analisando a dinâmica do entusiasmado grupo que realizou a expedição. Aqueles aficionados por samambaias eram, antes de tudo, naturalistas, e é claro que não podiam faltar alguns observadores de aves entre eles.

J. D. e Nancy avistam uma ave atrás da outra – devem ter identificado mais de vinte espécies em uma hora – e exclamam maravilhados a cada achado. Eu olho e não vejo lhufas. Ou melhor, vejo alguns falcões, alguns abutres, e mais nada – as coisinhas miúdas que são alvo de suas exclamações me passam totalmente despercebidas. É a minha vista, eu me desculpo, falta acuidade visual. Mas minha acuidade é boa – a falha está é no cérebro. Os olhos precisam ser educados, treinados – é necessário desenvolver o “olho” de observador de pássaros, ou de geólogo, ou de pteridólogo (eu, em compensação, tenho olho “clínico”).

Oliver Sacks, Diário de Oaxaca, pág. 111

No fundo, Diário de Oaxaca é uma grande ode aos naturalistas amadores. A American Fern Society é formada majoritariamente por sócios que não são botânicos profissionais. O mesmo acontece em algumas sociedades/clubes/grupos de Astronomia, Mineralogia, Entomologia, Ornitologia… Embora para muitas pessoas essas atividades representem um hobby, seus achados e descobertas foram e continuam sendo essenciais para o desenvolvimento da ciência.

 


Sobre o livro:

Diário de OaxacaDiário de Oaxaca
Autor: Oliver Sacks
Editora: Companhia Das Letras
Ano: 2012